Definidos os Jurados do Prêmio Braskem de Jornalismo

Jurados são de vários estados do país e referências em suas áreas de atuação

Para selecionar os melhores trabalhos em cada categoria inscrita, o Prêmio Braskem de Jornalismo convidou renomados jornalistas de Alagoas e do país para compor sua Comissão Julgadora, que já iniciou o processo de avaliação dos cerca de 250 trabalhos inscritos nessa 26ª edição, um recorde histórico. Participaram do júri Ana Maria Tahan, Luiza Moraes, Janaíra França, José Carlos Torves, Jorge Luiz Viera, Mario Lima , dentre outros.

O Prêmio Braskem de Jornalismo é considerado o Oscar do Jornalismo alagoano e promovido pela Braskem e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal). Os vencedores serão conhecidos em grande festa no dia 07 de novembro, às 21h, no Espaço Cultural Pierre Chalita, em Jaraguá.

Conheça abaixo quem são e em quais veículos atuaram esses profissionais.

Ana Maria Tahan – Jornalista, formada pela USP. Trabalhou por 11 anos no Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo, TV Cultura, TV Record, revista Imprensa, CNT Jornal e revista Época e O Estado de S. Paulo.. Ana acumula ainda participações na mesa de debates do Programa do Jô, na TV Globo. Há sete anos é diretora da FSB Comunicação, com especialidade em planejamento estratégico e gerenciamento de crises.

José Carlos Torves é jornalista há 38 anos e Diretor da Federação Nacional dos Jornalistas. Trabalhou nas funções de repórter, chefe de reportagem, pauteiro, chefe de Jornalismo, comentarista e colunista. Mestre em Comunicação na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É também sociólogo e escritor – publicou “TV Pública” em 2006 e “Economia Solidária” em 2010.

Edson Silva atua na TV Globo a mais de 30 anos. Trabalhou nas áreas de produção, novelas, minisséries e eventos e depois entrou para o Jornalismo como repórter cinematográfico, atuando em todos os telejornais, com coberturas principalmente para o Globo Repórter e o Fantástico. Já participou de reportagens em mais de 20 países, ente elas a cobertura de uma Copa do Mundo. Hoje faz reportagens para jornais locais e o Jornal Nacional.

Janaíra França é executiva de Comunicação e Marketing com trajetória profissional em empresas nacionais e multinacionais, focada especialmente na área de comunicação digital. Como pesquisadora, dedica-se aos estudos dos fenômenos sociais no ambiente virtual e da relação entre pessoas, plataformas de comunicação digital e interfaces. Dentre outras instituições, atua como docente na Fundação Getúlio Vargas e Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Jorge Luiz Vieira é formado em Filosofia, Teologia e Jornalismo, sendo doutor pela Université Stendhal Grenoble 3, da França, e pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. É professor titular do Cesmac nos Cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Direito e turmas de Pós-graduação. É também Assessor em Comunicação e Política e pesquisador das etnias indígenas brasileiras.

José Wagner Ribeiro é doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo e professor do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência de trabalho e com pesquisas em rádio, TV, história dos meios, e comunicação e religião.

Luiza Moraes atuou na TV Globo de Bauru como repórter para os telejornais SPTV e Bom Dia SP e matérias especiais para o Jornal Hoje. Também foi da RBS TV, onde atuou para o Bom Dia SC, fazendo reportagens especiais e coberturas internacionais. Desde 2005, está na TV Cultura de São Paulo, fazendo reportagens para o Jornal da Cultura.

Mário Lima tem 30 anos de profissão e já trabalhou em jornais, revistas, rádios, agência de publicidade, agências de notícias nacionais e internacionais, além de assessorias de imprensa e campanhas eleitorais. Também foi secretário-adjunto da Secretaria de Comunicação do Estado de Alagoas. Atuou, entre outros, no Jornal Hoje em Dia (MG), Radiobrás/ Agência Brasil (DF), Gazeta Mercantil (PE), Agência Sebrae de Notícias (DF) e Agência Reuters (SP).

Riane de Lima é jornalista e atua em Assessoria de Comunicação e Mídias Digitais. Especialista em Comunicação Empresarial, Tecnologias Web para Negócios e docência, por quatro anos integrou a Comissão Estadual de Jornalistas em Assessoria de Imprensa (CEJAI-Alagoas). Atualmente, é repórter e social media na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau/Alagoas).

Roberto Amorim é, atualmente, diretor-presidente do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). Jornalista pós-graduado em Linguística na Universidade Cidade de São Paulo. É professor do curso de Jornalismo do Centro Universitário Tiradentes, Cesmac e Universidade Federal de Alagoas. Possui vasta experiência no jornalismo impresso, webjornalismo, telejornalismo e em assessoria cultural.

Sobre a Braskem

Controlada pela Organização Odebrecht, a Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, com volume anual de 16 milhões de toneladas, incluindo a produção de outros produtos petroquímicos básicos. Com faturamento de R$ 53 bilhões, é a maior produtora mundial de biopolímeros – polietileno derivado do etanol de cana-de-açúcar (Plástico Verde), com capacidade de 200 mil toneladas anuais.

Com o propósito de melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico, a Braskem atua em mais de 70 países, conta com cerca de 8 mil integrantes e opera 36 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA e Alemanha.

Lidera ainda a construção de um complexo industrial petroquímico no México, em parceria com a mexicana Idesa, cujo investimento é avaliado em R$ 15 bilhões.

About the Author: sindjornal

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *