Afiliada da TV Record em Alagoas demite jornalistas que fizeram luta contra redução do salário

Profissionais que participaram da greve foram demitidos em massa (Foto: Jonathan Lins)

Profissionais que participaram da greve foram demitidos em massa (Foto: Jonathan Lins)

Sete jornalistas e dois cinegrafista foram demitidos da TV Pajuçara, afiliada da RecordTV em Alagoas, nesta segunda-feira (5). Todos haviam participado da greve dos jornalistas contra a redução de 40% do piso salarial e a perda de outros benefícios.

Um dos jornalistas demitidos foi Gernand Lopes, apresentador do programa “Fique Alerta”, programa responsável pelo maior faturamento da emissora. Gernand Lopes tinha mais de 17 anos na casa, onde começou como repórter e desde 2012 ancorava o programa.

Outros quatro profissionais do telejornal “Pajuçara Noite”, também foram demitidos. Juliana dos Anjos e Alberto Fonseca eram os apresentadores e foram convidados para assumir a bancada em janeiro deste ano. Além deles, Esther Carvalho, editora do telejornal, e Rafael Alves, que tem quase 10 anos na casa e atuava como repórter há 5 anos, também foram demitidos. A justificativa dada na hora da demissão para os funcionários foi o término do programa, mas todos os demitidos participaram da greve dos jornalistas, que ocorreu no mês passado.

Oscar de Melo, apresentador do Cidade Alerta Alagoas, também foi demitido na tarde de hoje. Oscar apresentava o programa desde 2014 e também aderiu a paralisação da categoria. Assim como ele, Henrique Pereira deixou a emissora onde era repórter de comunidade para os programas Balanço Geral, Fique Alerta e Cidade Alerta desde março de 2015. Henrique Pereira também foi desligado da Rádio Pajuçara.

Além destes, os repórteres cinematográficos Milton Cavalcante e Deoclécio Passos também foram desligados da emissora.

As nove demissões na afiliada da RecordTV se somam às outras quinze que ocorreram menos de 12 horas do fim da greve na TV Gazeta, afiliada da TV Globo. No total, 24 profissionais foram desligados até o momento como retaliação pela adesão ao movimento grevista. O Sindicato dos Jornalistas já está ciente das demissões e tomando todas as providências.

About the Author: sindjornal

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *